Os Sete Raios


Assim como um raio de sol ao passar por um prisma é refratado em sete cores, também a luz espiritual, a pura Luz branca que emana do coração de Deus, se manifesta subdividida em Sete Raios. Cada raio, ou seja, cada frequência ou qualidade da consciência de Deus, expressa uma cor: azul, amarelo, rosa, branco, verde, púrpura/dourado e violeta.

A cada dia da semana um dos raios se manifesta com maior intensidade na Terra. E se desejamos nos manter conectados com o serviço dos Mestres que servem a um determinado Raio e expandir nossa luz interior, podemos fazer as orações e decretos relacionados a esse Raio.

Por exemplo, se estivermos no domingo, podemos fazer orações e decretos ao Raio Amarelo, o Raio da Iluminação, nos beneficiando mais dessa energia, pois nesse dia este é o raio que está mais intensificado no Planeta.

A luz dos Sete Raios transita e atua em nós através dos chakras, centros de energia que se localizam no corpo etérico. Para mantermos esta energia pura e equilibrada, devemos sustentar um fluxo de luz alimentado pela devoção, práticas espirituais elevadas e atitudes altruístas.

O número dado a cada raio não deve ser diretamente relacionado com o dia da semana, nem com a sequência dos círculos concêntricos que aparecem no Corpo Causal, na representação gráfica do Eu Divino.

Cada Raio tem um Diretor, o Chohan do Raio, um Mestre Ascenso que concentra a Consciência Crística do Raio. Tal Mestre tem a seu serviço legiões de hostes angélicas e de irmãos ascensos, dedicados ao cumprimento dos planos delineados pela Grande Fraternidade Branca para a Humanidade.

Veja na tabela abaixo a correspondência entre os Raios, dias da semana, os Chohans, as qualidades de cada raio e os chakras.